Wednesday, January 7, 2009

OLÁ LISBOA.......DAQUI MADRID

    A peregrinação continua...com um contrato


    1 de Janeiro de um ano que começa. Dia frio com uma ponta de sol que nos leva a muitos, muitíssimos a ir até á praça da cidade para respirar um poco de ar “ novo “ e puro nestes maus tempos em que só se ouve falar de crise e desemprêgo.

    Aparece um grande propietário da zona, bem cedinho de manhã e começa a contratar trabalhadores. Ajusta o salário com todos e a cada um diz uma palavrinha ao ouvido.

    Volta á praça por volta das 9 e encontra mais gente. Volta ás 3 da tarde e depois ás 5. Havia homens, mulheres, gente nova, velhos, adolescentes, casados, solteiros, fortes, fracos, sábios, ignorantes, estavas tu, tu também, e eu...A todos convida a trabalhar na sua vinha.

    A praça ficou deserta.

    Disse-nos bem claro que éramos livres e senhores do nosso tempo para aceitar, ou não, a sua proposta. Explicou a cada um qual era o seu trabalho e que fosse bem feito, com perfeição e bem acabado.

    Pediu também para suportar com alegria o peso e o cansaço do dia e o seu calôr.

    Disse que contava com todos e que todos contassem sempre com Ele. Ele nao sai nunca da sua vinha e tudo o que lhe pedirem ser-lhe-á dado. Tem muitos “ talentos “ que vai distribuindo conforme a necessidade de cada um: o talento da Alegria, da Paz, da Fortaleza, da Humildade...e dá ...e dá... sem parar.

    Descobrimos que o Senhor da vinha nos ama com loucura. Constatámos que a todos nos disse ao ouvido a mesma coisa “amai-vos uns aos outros como Eu vos amo”( Jo, 13, 34 ).Não há dúvida que a grande lei do Senhor da vinha é a lei do Amor. Se fôr preciso uma ajuda para encher o cesto de uvas ou para carregá-lo até ao lagar, não falta quem deite uma mão. Eu vi muitas tias Genas, muitos Padres Dários, muitas almas grandes na nossa vinha.

    Contáram-nos que o Senhor da vinha tem um Filho Único a quem pediu que viesse salvar o mundo. Veio viver com os homens, ensinando-os, curando-os, entregando-se, amando-os e os homens condenáram-no.

    Foi flagelado, coroado de espinhos e mataram-no pregado numa cruz, mas o Filho do nosso Senhor da Vinha ressuscitou e está no Céu com o Seu Pai á nossa espera. Tem um lugar reservado no Paraíso para cada um dos seus trabalhadores.

    Quando ?. Quanto tempo dura o contrato que acaba de fazer?.

    Não sei, e tu também não. Ninguém sabe. Só o sabe Ele, o Senhor da vinha, o Senhor do Tempo.Vai durar até “ao entardecer quando o Senhor chamar o trabalhador e lhe pagar o seu salário”(Mt, 20,12). O contrato que acaba de fazer é para hoje. Para este mês. Para este ano? Para dois anos? Para cinco? Para dez? Sabemos que hoje nos dá um “talento” que é um verdadeiro tesouro: O TEMPO...este Tempo em que vivemos.

    2008 passou. Ontem passou. Hoje está a passar. Amanhã será em breve outro ontem.

    Quando chegar esse “entardecer” Ele vai-te pagar com o Seu imenso Amor, todo o TEMPO que O serviste, o amor com que O serviste, o amor com que serviste os outros.

    Acaba-se o TEMPO.

    Acaba-se o contrato.

    Senhor da vinha, só quero dizer-Te mais uma coisa. Hoje tu chamaste-me. Eu aceitei. Quero aproveitar todo o meu TEMPO. Quero aguentar por amor o peso do dia e do calôr. Adoro trabalhar na Tua vinha e que Tu sejas sempre o meu Senhor e o meu Deus.

    Que feliz 2009!

    Manaça

    1 de Janeiro de 2009